quinta-feira, 9 de maio de 2013

Como tirar fotos legais do seu cachorro

(1/250 f/8 ISO 100, com iluminação artificial: http://www.flickr.com/photos/henrybugalho/6232424442/)

O cão é o melhor amigo do homem, por isto, é natural que queiramos preservar a memória da passagem deles por nossas vidas.
No entanto, assim como com crianças, nem sempre será muito simples obter boas imagens dos cães, pois alguns serão tranquilos e não se importarão em ser fotografados, enquanto outros ficarão inquietos e terão medo do flash.

Abaixo, você encontrará algumas recomendações para obter fotos legais do seu cãozinho, bem como algumas técnicas para distraí-lo e fazê-lo olhar para a câmera, ou para o ponto desejado.

Retratos

Os dois maiores desafios na hora de fazer um retrato de seu cão são:

1 - que ele fique parado olhando para onde deve, e
2 - que a iluminação esteja boa o suficiente para privilegiar os detalhes.

A solução para a primeira dificuldade é pôr o cachorro sobre uma banqueta, ou uma mesa, pois assim ele não ficará andando de um lado para outro. Se ele for um cão obediente, mandar que ele "fique" já deveria bastar.
Já a questão do olhar será necessário ter algum brinquedo que faça barulho, ou um biscoito, para direcioná-lo. Se você não tiver um brinquedo, poderá pedir para que alguém faça ruídos estranhos com a boca. Também ajuda, apesar de ser ridículo!


Sobre a iluminação, o ideal é que você consiga obter o brilho no olhar do cão, se não nos dois olhos, pelo menos em um.
Como muitos cães tem olhos grandes, isto dá uma vivacidade e torna a imagem mais interessante.


Para isto, você tem de fazer o cão olhar em direção à luz, ou utilizar um flash ou outro tipo de iluminação artificial para isto.

Para retratos, sempre preste atenção ao segundo-plano, preferencialmente de uma cor sólida ou que não chame mais atenção do que o tema principal, isto é, o cachorro.

Ponto de vista

Como em qualquer outro tipo de fotografia, decidir-se sobre o ponto de vista é fundamental para transmitir a mensagem de sua imagem.


Fotografar o cão de cima, de uma posição com o fotógrafo de pé, pode passar duas impressões principais:
- de fragilidade, fazendo com o que o cachorro pareça ser menor e mais indefeso,
- outra de curiosidade, pois geralmente é como vemos os cães habitualmente, e como eles nos olham.


Todavia, o recomendável é fotografar os cães a nível dos olhos deles, pois assim você o privilegiará mais, dotando-lhes de maior dignidade.

Dormindo ou descansando

Os momentos de descanso de nossos cãezinhos são sempre maravilhosos para tirar belas fotos.
Como alguns deles estão sempre muito alertas, às vezes qualquer movimento pequeno pode fazer com que despertem.
Por isto, o ideal é usar uma lente longa, como uma telefoto, e tentar ser o mais silencioso possível.


Também não recomendo utilizar flashes para este tipo de imagens, para não correr o risco de assustar o cão e acordá-lo.

Profundidade de campo

O controle de profundidade de campo é uma das maiorias vantagens para você comprar uma Reflex, e com cães você poderá perceber como uma profundidade campo rasa pode tornar a foto muito mais impressionante.


Com lentes com grandes aberturas, como as 50mm, você poderá focar num único ponto, como o focinho do cão, e deixar todo o restante fora de foco.


Outra alternativa é focar no cão e deixar o segundo-plano fora de foco, destacando o tema da imagem.

Ao ar livre

Tirar fotos do cachorro ao ar livre também são ótimas oportunidades para capturar momentos de brincadeiras e alegria.


Paisagens urbanas também proporcionam belos cenários e dramáticos cenários.


Já parques são excelentes locais para deixar seu cão à solta, aprontando.


O maior problema nestas circunstâncias é conseguir fotografar bem seu cão em movimento, correndo ou brincando, e ainda assim com um bom ângulo.
Para isto, você terá de usar uma velocidade do obturador rápida, superior a 1/200.

No entanto, se o cão estiver correndo em direção à câmera, geralmente poderá ter dificuldades para obter o foco correto. Nestes casos, você precisará de uma lente que foque rapidamente e talvez usar o modo de focagem AI Servo, que recalcula automaticamente a distância de acordo com o movimento do cão.

Estúdio

Um ambiente controlado como um estúdio é excelente para retratos, pois ali você poderá ajustar a potência das luzes, usar luz de preenchimento, fundos coloridos e outros acessórios.


Só tome muito cuidado na hora de inserir um cão num estúdio, pois há fios para todos os lados, então é fácil que ele saia tropeçando e levando tudo para o chão, ainda mais se for um baita de um cachorrão agitado.

As Engraçadas

Já as fotos engraçadas, bem, estes são aqueles flagras do seu cachorro em momentos constrangedores, cômicos ou em ângulos estranhos.


A vantagem é que seu cachorro não tem o senso do ridículo a ponto de achar ruim que você tire e compartilhe a foto dele nestes momentos inusitados.

Exercícios práticos
Se você tiver um cão, ou puder ir a um parque para fotografá-los, tente os seguintes exercícios:

1 - tire duas fotos:
a - uma com você de pé, fotografando o cão no chão;
b - outra com você agachado, ou até deitado no chão, ao nível dos olhos do cão.

Qual das duas ficou mais interessante em sua opinião?

2 - use diferentes aberturas de diafragma para fotografar seu cão, testando a profundidade de campo.

3 - tente fotografá-lo em movimento, correndo ou brincando. Conseguiu obter o foco correto?

Por fim, compartilhe o resultado de seus exercícios conosco aqui http://www.flickr.com/groups/calabocaeclica/

***

Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. Aproveitando o post quero a opinião de vocês sobre uma foto que fiz do meu cachorro. 1/100 f4.9 ISO 100. http://www.flickr.com/photos/97156789@N05/8990891912/

    ResponderExcluir
  2. Adorei! Pena que o meu cachorro nuuuunca fica quieto, todas as fotos dele sao pulando!

    ResponderExcluir