sábado, 20 de abril de 2013

Lomografia, brincando de fotografar


Fotografia nem sempre deve ser levada à sério. Tudo bem que tem muita gente que faz disto seu ganha pão e que estudou muitos anos para isto.

Por outro lado, a maioria das pessoas fotografa apenas por diversão, para preservar momentos especiais, ou não tão especiais assim. Hoje, qualquer telefone celular vem com câmeras, ou seja, é todo o mundo tirando foto de tudo.

A Lomografia traz um conceito semelhante, mas diferente. Revisitando algumas câmeras antigas, ou modelos novos com filme, é uma brincadeira para adultos.
O lema é "clique, não pense", por isto, muitas das câmeras são bastante simples, basta apertar o botão e pronto. Todavia, há também algumas câmeras mais complexas e que exigirão um pouco mais de conhecimento técnico, de qualquer modo, é diversão garantida.

Filme é cool!

Fotografar com filme não é sinônimo de Lomografia.
Ainda hoje, fotógrafos profissionais utilizam filme para propósitos estéticos, ou por causa dos custos (um fundo digital de uma câmera de formato médio pode custar 20 mil dólares ou mais).
Já a Lomografia usa o filme para criar efeitos psicodélicos, já que algumas das câmeras tem vazamentos de luz, e também para dar este ar vintage.

É uma brincadeira um pouco cara, convenhamos, mas os resultados podem ser legais.

Alguns modelos que você deve conferir

Fisheye

Uma boa lente fisheye, isto é, com ângulo de captura de imagem de 180º ou superior, para sua Reflex digital custará os olhos da cara.

Uma solução, para quem deseja brincar um pouco com este tipo de lente, é arranjar uma lomo Fisheye.


A qualidade ótica das câmeras lomos são de medianas para péssimas, mas assim você poderá experimentar e ver se compensa investir para valer numa lente desta para sua câmera digital. Se enjoar rapidamente da brincadeira, os gastos terão sido menores.

Panorâmica

As câmeras panorâmicas tiram, evidentemente, fotos panorâmicas.



A vantagem é que você não precisará tirar várias fotos e depois colá-las no Photoshop.

Vários quadros

Este tipo de câmeras tiram vários quadros seguidos e são muito divertidas para fotografar movimento.

Diana e Holga

Dois dos modelos mais populares da Lomografia são também a primeira incursão de muita gente no universo do formato médio, com filmes 120.


Com estes equipamentos rudimentares, é possível criar algumas imagens bastante únicas, sem nenhum tipo de pós-processamento.


Uma espécie de Instagram analógico.

Câmeras Russas

As câmeras soviéticas, muitas delas réplicas de famosas marcas ocidentais como Leica e Contax, foram extremamente populares nos países comunistas e hoje existem milhões delas à venda por aí, por preço de banana.


Eu tenho uma e sou fascinado pela qualidade de suas imagens e também por sua durabilidade.
As marcas mais baladas são: FED, Zorki, Kiev, Zenit e Smena para filmes 35mm, e a Lubitel para formato médio.

Todavia, como muitas destas câmeras não tem fotômetro e são completamente manuais, acabam sendo uma diversão para quem possui um pouco mais de conhecimento técnica de fotografia.

Comprando uma Lomo

A minha principal recomendação é olhar o modelo que mais o agrada na loja da Lomography.

http://www.lomography.com.br/

E procurar pelo mesmo modelo mais em conta no Ebay.

http://www.ebay.com/

Você quase sempre encontrará no Ebay com preços muito mais baratos que na loja oficial, principalmente as câmeras russas. Não pense que você estará sacaneando o pessoal da Lomography, pois são eles quem compram as câmeras baratas e revendem a preços astronômicos.

Só para se ter uma ideia, comprei duas câmeras russas (uma Zorki 3 e uma Zenit 3M), com a entrega, por 65 dólares no Ebay. Na loja oficial da Lomography, uma Zorki 1, um modelo inferior, estava custando 170 dólares.

O legal é entrar na brincadeira sem ser enganado.

***

Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

0 comentários:

Postar um comentário