sábado, 11 de agosto de 2012

As câmeras do sonho de (quase) qualquer fotógrafo


Fotografar nunca foi tão popular quanto em nossos dias. E também nunca foi tão fácil comprar uma câmera fotográfica legal.
No entanto, mesmo com a popularização das câmeras compactas avançadas, mirrorless systems e das Reflex, com preços mais acessíveis e de fácil utilização, ainda existem algumas câmeras tão particulares (e caras!) que fazem muitos fotógrafos suspirarem pelo dia em que poderão ter uma.

A primeira desta listagem não poderia ser nada menos que...

Leica

A reputação das câmeras Leica (foto no topo) não vem de hoje.
Esta marca alemã foi a primeira a utilizar o formato 35mm de filme em suas câmeras e se estabeleceu na década de 1930 ao produzir algumas das melhores lentes jamais fabricadas pelo ser humano.


Mas foi na década de 50, com o lançamento da rangefinder Leica M3 que estas câmeras realmente entraram para a História.
Algumas das mais belas imagens já feitas foram tiradas com câmeras Leicas, que contavam com Henri Cartier-Bresson, Sebastião Salgado, Alexandr Rodchenko, Manuel Alvarez Bravo e vários outros entre seus adeptos.

O culto à Leica é quase uma religião, no entanto, os preços extraordinários das câmeras acabam afastando vários fotógrafos profissionais deste tipo de equipamento, já que não são todos que podem arcar com 7 mil dólares para o último modelo digital (só o corpo da câmera) e mais uns mil dólares para uma boa lente.

(Foto de Cartier-Bresson, tirada com uma Leica)

É um equipamento incrível para fotojornalismo e street photography, pois é uma câmera discreta, silenciosa e relativamente pequena em comparação à maioria das Reflex.

Se alguém um dia quiser me presentar com uma destas, já sabe onde me encontrar...

Hasselblad


Quando se trata de fotografia profissional de estúdio, seja para revistas ou anúncios publicitários, é difícil competir com as câmeras da Hasselblad, tanto em qualidade ótica e resolução quanto com o preço.

Uma câmera digital de último modelo da Hasselblad está custando em torno de 14 mil dólares, um produto tão caro que muitos fotógrafos são obrigados a fazer um leasing, ou simplesmente alugá-las por um dia ou dois, somente para fazer o ensaio fotográfico.


Outra alternativa são as antigas câmeras de filme que utilizam um fundo digital de altíssima resolução. A transição entre filme e digital também é cara, mesmo assim o fotógrafo pode continuar utilizando um equipamento confiável e de qualidade incomparável.


Só para você ter uma noção, desde 1969, a NASA utilizou câmeras Hasselblad adaptadas para fotografar as operações em solo lunar.

Se a NASA considera uma boa câmera, quem somos nós para duvidarmos?

Mamiya


Folheie qualquer revista famosa de moda e tenha a certeza que boa parte das fotos nelas foram tiradas com uma Hasselblad ou com uma Mamiya, duas marcas rivais quando se trata de imagens de alta resolução.



(foto tirada por Annie Leibovitz para a revista Vogue)


Assim como a rival, a Mamiya também se enveredou pelo mundo digital, produzindo grandes câmeras com preços salgadíssimos, mas também não deixou os antigos usuários de suas câmeras de filme na mão, lançando uma série de fundos digitais que podem ser utilizados em modelos antigos.

Inclusive, a tendência hoje em dia entre fotógrafos que desejam ingressar no mundo da fotografia de formato médio é comprar uma Mamiya usada (é possível encontrar ótimas câmeras de filme por volta de 300 dólares) e, quando for possível, comprar um fundo digital usado ou alugá-lo um por alguns dias.

Todavia, é preciso ser um bom fotógrafo para acertar nas fotos com uma câmera de filme como esta.

Rollei


Entre os fotógrafos de retratos, as queridinhas são as câmeras Rollei TLR (twins lens reflex, ou seja, reflex com duas lentes).

Elas se consagraram como lentes de filme, apesar de também ter disponíveis fundos digitais para quem puder pagar os 8 mil dólares ou mais para um equipamento destes.

(Retrato de Marylin Monroe, por Richard Avedon)

Um dos grandes fotógrafos que levam o nome da Rollei é Richard Avedon, um sujeito quase capaz de capturar a alma das pessoas em suas imagens e que se converteu num dos mais revolucionários retratistas das últimas décadas.

(James Dean com uma Rollei)

Assim como acontece com a Leica, há toda uma aura em torno das câmeras Rollei, quase uma idolatria.

Hubble


Desde 1990, o telescópio espacial Hubble, que custou 2,5 bilhões de dólares, tem revelado ao mundo as cenas mais belas e inacreditáveis do universo profundo.


Através de suas lentes superpotentes, pudemos ver galáxias, nebulosas, estrelas, planetas, sóis e tudo o mais que está a milhões de anos-luz do nosso planetinha Terra.


O consolo é que nenhum fotógrafo teria bala na agulha para comprar um Hubble, que é sem dúvida a câmera fotográfica mais poderosa e cara fabricada até o momento...

Por fim, não custa lembrar que o grande segredo por detrás de uma bela foto é um fotógrafo competente, mesmo assim, um equipamento de qualidade sempre ajuda.


***
Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. Adorei passear e aprender com este post.
    Mas o que mais gostei foi o do grande segredo por detrás de um bela foto! Sempre bom lembrar!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Otimas explicacoes sobre cameras, lindas fotos

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Henry

    O portal G1 editou matéria sobre a maior fotografia do mundo que foi produzida por Valério Vieira no Brasil em 1921.

    Achei muito interessante e resolvi enviar para você para o caso de não estar ciente. Consulte os links abaixo:

    http://g1.globo.com/fotos/noticia/2012/08/g1-recria-maior-photographia-do-mundo-em-1922-feita-no-brasil.html

    http://g1.globo.com/fotos/panorama-de-sao-paulo/infografico/platb/

    Dia 19 é o dia Mundial da Fotografia.

    Atenciosamente,

    João Lobo
    61 8419-1921
    lobojoao5@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, João.

      Eu vi esta reportagem no G1. Aliás, o Brasil sempre esteve bastante antenado com o mundo da fotografia. O problema é que somente agora é que as pessoas comuns estão começando a ter acesso a bons equipamentos.

      Abraços.

      Excluir
  4. Olá, Henry prmeiramente parabéns pelo conteúdo muito bom mesmo.
    Gostaria de uma ajuda sua.Comprei uma canon powershot sx130is,as fotos após reveladas deixam as pessoas com um tom de pele mais avermelhado que o natural quando são tiradas em auto.A questão é que sou leiga nesse assunto, então gostaria de saber qual a melhor config. para resolver este problema.Percebi também que não é sempre que isso acontece.
    Pense na tristeza que estou, pois recebi tantas recomendações dessa máquina e agora essa!!!
    obrigada.Serei muito grata!

    ResponderExcluir
  5. Henry, estou acompanhado seu blog e está sendo muito instrutivo para mim. Parabéns!!!!
    Preciso da sua ajuda - Tô querendo migrar da minha T3i para outra que fotografe com menos ruído em ISO alto em ambiente com pouca iluminação sem uso de flash), e que ofereça melhor qualidade de imagem em full frame. Estou parado em dois modelos: a 5D mark II e a recente 6D. Com qual delas levo mais vantagem segundo a sua opinião??? Obrigado! "JUNIOR"

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Adorei seu post. Eu tenho a t3i, mas foi saber porque alguns fotógrafos fazem fotografias tão lindas e raras. Parabéns.
    Carla
    www.testandocomacarla.blogspot.com.br

    ResponderExcluir