domingo, 17 de junho de 2012

Dúvida do leitor - Essa paixão por Câmeras SLR e Fotografias é apenas Hobby ou é mesmo algo para me profissionalizar? Qual o conselho que você me daria?


Recentemente, o leitor Douglas Jefferson me enviou esta pergunta por e-mail, querendo saber se deveria encarar a Fotografia somente como hobby, ou se existe a possibilidade de profissionalizar-se.

Antes de tudo, isto é muito pessoal, depende do talento e do esforço individual, e também da garra para correr atrás das oportunidades.

Para entendermos se vale a pena tentar a carreira de fotógrafo, precisamos olhar um pouco para uma ou duas décadas atrás e vermos como o cenário da fotografia mudou bastante.

Como era a profissão do fotógrafo antes?


Na era do filme, a fotografia profissional era um ramo bastante especializado.

A maioria das pessoas normais, como eu e você, tinha câmeras automáticas, que faziam todos os ajustes sem intervenção do fotógrafo, assim como com as câmeras compactas digitais de hoje.
Eram raríssimos os amadores que possuíam câmeras profissionais, tanto por causa dos altos custos dos equipamentos, mas também para aquisição e revelação dos filmes.
Certa vez, durante um workshop com um fotógrafo americano de casamento, ele disse que somente com filme e revelação, ele gastava quase 2 mil dólares, ou seja, era um investimento altíssimo para inserir-se no ramo, e nem todos podiam arcar com ele.

Além disto, para se obter boas fotos com câmeras de filme, era necessário um profundo conhecimento técnico, pois não havia a facilidade de conferir na hora se a foto havia ficado boa ou não.
Imagine só você ser pago para cobrir um casamento e, na hora da revelação, descobrir que todas as fotos ficaram fora de foco, sobrexpostas ou queimadas?

Isto é, a profissão do fotógrafo era para quem entendia do assunto e, justamente por isto, era mais valorizada e pagava melhor.

Como é a profissão do fotógrafo hoje?


Estamos na era da popularização da informação, e isto inclui também a fotografia. Todos nós temos câmeras, sejam compactas ou Reflex. Todos os celulares veem com camerazinhas fotográficas e qualquer criança pode clicar e obter imagens razoáveis.

Boa parte do mistério e do fascínio da fotografia se perdeu. Hoje, qualquer um pode comprar uma câmera fotográfica profissional com quatrocentos dólares, sem custo algum com filmes ou revelação. Basta pegar uma câmera destas, sem qualquer conhecimento técnico de fotografia, cobrar 300 reais e cobrir casamentos, ou cobrar 30 reais e fazer um book de 15 anos.
Juro que já vi fotógrafos cobrando estes preços!

Estamos vendo a desintegração da profissão de fotógrafo diante da concorrência desleal, mas principalmente por causa da amadorização extrema da fotografia.

Isto é ruim?

Talvez sim, talvez não, dependendo de qual lado você estiver.

O fato é que os fotógrafos profissionais estão se descabelando e vendo o pão sendo tirado de suas bocas dia após dia. Mesmo grandes nomes, fotógrafos que trabalham para grandes revistas como a National Geographic ou Newsweek estão sendo afetados pelo trabalho de amadores que, às vezes, conseguem obter imagens tão extraordinárias quanto os profissionais, e que estão dispostos a distribuir gratuitamente suas fotos na internet.

Devo me tornar um fotógrafo profissional?


Após entendermos qual é o cenário atual, resta-nos responder à questão crucial: é possível profissionalizar-se em fotografia hoje em dia?

É claro que sim! As pessoas ainda continuam se casando, comemorando aniversários, bodas ou festas de 15 anos. Crianças ainda são batizadas. Ainda ocorrem incêndios e catástrofes. Ainda existe espaço para Arte.

A fotografia não está morrendo, pelo contrário, está mais presente em nossas vidas do que jamais foi. Todos estão deslumbrados com a fotografia, mas nem todos são capazes de criar imagens extraordinárias.
Isto ainda depende principalmente dos fotógrafos profissionais, que estudaram e praticaram muito antes de saírem com sua câmera na mão cobrando uma exorbitância por um trabalho.

Quando você for se casar, você prefere um profissional que cobre alguns milhares de reais e será a garantia de um trabalho excelente, ou prefere pagar uns tostões para um amador que mal sabe como usar o equipamento?

Aposto que, nesta situação, você preferirá o profissional.

Ainda não sabemos como será o futuro da fotografia, nem qual será o destino dos poucos grandes profissionais que restam deste ramo, mas, se você deseja se tornar um fotógrafo profissional, não existem atalhos.
É preciso estudar muito, praticar muito, conhecer bem seu equipamento e destacar-se dos demais, criando uma linguagem própria. Estes serão seus diferenciais, e é por isto que alguém o contratará e confiará em você.


***
Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. Murilo Brandalise19 de junho de 2012 16:12

    Olá! Recentemente comentei em outro post sobre uma possível aquisição de uma Sony HX100V, que estava na faixa dos R$ 1000,00. Tirando minhas dúvidas, se valia a pena, etc. Resolvi guardar um pouco mais de grana e comprei uma Nikon D3100, com a lente padrão do kit (18-55mm). Estou amando essa Reflex, não me arrependo de maneira alguma ter pago um pouco a mais. Mesmo antes de ter comprado a câmera, já estava vendo preços de umas teleobjetivas haha
    Fotografia é apenas o meu hobby preferido, nada profissional. Me divirto muito fotografando graças ao que aprendi aqui no blog, muito obrigado Henry!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou eu quem agradece sua leitura, Murilo.

      Espero que esteja tirando ótimas fotos com sua Reflex.

      Abraços.

      Excluir
  2. Olá Henry, primeiramente queria te parabenizar pelo excelente blog, que é uma mão na roda para aqueles que querem pegar algumas dicas de fotografia ou para aqueles que estão iniciando nessa arte.
    Assim como o amigo aí de cima, tenho uma nikon d3100, mas apos a leitura de seu blog e a intenção de me dedicar mais a fotografia, resolvi comprar uma canon t3i. Queria uma opnião sua quanto à lente que devo comprar com o corpo.
    Minha intenção é fotografar pessoas e paisagens. Tenho em caixa cerca de R$ 3000, que é a média que pretendo investir.
    Os combos são: canon 600d + lente 18-55mm, média de R$ 2.100,00
    Canon 600d + lente 18-135mm, média de R$ 2.700,00
    Ou só o corpo R$ 1.900
    Qual dos combos vc sugere. Seria preferível o primeiro com a compra de uma outra lente? Enfim, qual sua opnião.

    Agradeço desde já a atenção.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Oieee Henry.... acredito que sejas de outro mundo..... neste você não caberia..... kakakaka ..... acabei de ver os outros vários blog's que tem.... quero fazer apenas um, e nada acontece....como consegue.... A internet é muito, mas muito sensacional.....e como acredito muito na intuição..... nunca deixo de encontrar o que quero.... e eles, os anjos , colocam só coisa boa para que encontre.... graças.... faz tempo que passo por aqui dar umas olhadelas.... e veja..... coisa de anjo..... estou por decidir que câmera comprar.... estou a pensar na d5100.... mas não achei nada que difere SLR de outra coisa que não sei o que é..... affffffffffff SLR estaria enquadrada nas semi's, será.....
    Adoro-te... Fabiana Fialho Pinheiro.

    ResponderExcluir