segunda-feira, 26 de março de 2012

Cuidado com o segundo-plano - Erros de fotografia que todos nós já cometemos um dia


Nas próximas semanas, falaremos de alguns erros bastante comuns no mundo da fotografia, e que mesmos profissionais acabam cometendo de vez em quando.

O primeiro deles, e que cada vez mais observo nas fotos por aí, é não prestar atenção ao segundo-plano da imagem.

O fotógrafo está tão concentrando tentando obter a melhor imagem da pessoa, que acaba se esquecendo que os elementos ao fundo também aparecerão na foto.

Preste muito atenção a postes, árvores, mastros, e qualquer outra coisa que esteja atrás do fotografado, para evitar criar chifres, galhadas, a Torre Eiffel, ou qualquer outra protuberância estranha na cabeça da pessoa.

Na foto do topo - tirada propositalmente, é claro! -, a cúpula de uma igreja ficou parecendo como se eu estivesse usando um daqueles capacetes alemães da Primeira Guerra Mundial. Só faltou um bigodão para ficar perfeito.


Este tipo de situação, além de cômica, pode ser embaraçante para o fotografado, pois ninguém quer ficar com fama de chifrudo...


A solução é extremamente simples: ao observar elementos esquisitos no segundo-plano, que possam causar uma sensação ambígua, peça para a pessoa dar um ou dois passos para o lado, ou você mesmo pode se mover e arriscar ângulos diferentes.

Às vezes, alguns centímetros já são o suficiente para evitar este erro.

No entanto, se você tirou a foto e só percebeu isto depois, o que resta é escolher outra foto para mostrar aos outros, deixando de lado aquela com chifrinho, sem dó nem piedade.

Então, fica a advertência: cuidado com o segundo-plano!

***

Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. Legal....acho que dicaria interessante desfocar um pouco o segundo plano, não?
    At
    Edmo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto vai depender, Edmo.

      Se a sua intenção for mostrar a pessoa (ou você mesmo) diante de algum monumento, ou de algum ponto turístico importante durante suas viagens, você provavelmente desejará que tanto o primeiro plano quanto o segundo estejam bastante nítidos.

      No entanto, se você estiver apenas tirando o retrato de alguém, como de uma modelo ou de um casamento, o bokeh (ou o desfocado) também é uma alternativa, mas isto funcionará somente se o segundo plano estiver longe, ou se a abertura de sua lente for bastante grande.

      Abraços.

      Excluir
  2. Olá Henry, eu acompanho o blog faz um certo tempo, li tudo e comprei minha primeira reflex a um mês mais ou menos, TOTALMENTE INFLUENCIADO por esses posts maravilhosos e eficientes, é uma CANON introdutória a T3i com lente do kit e uma cinquentinha, de lei, com isso, gostaria de algumas dicas práticas, além das que estão nos posts para melhorar ainda mais minhas fotos. Desde já agradeço. Abraços e continue com esses posts eficientes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, João.

      Obrigado por sua mensagem.

      Aos poucos, incluiremos outros exercícios práticos, afinal de contas, há muito ainda a ser dito.

      Abraços.

      Excluir
  3. Oi, amigo Henry.
    Chamo de amigo pois devido a tanta leitura me sinto bem a vontade. Enfim, leio diariamente e comprei o livro. Parabens pela qualidade do livro, linguagem, clareza, fotografia...Espero que leiam o meu post e me obedeçam: COMPREM LIVRO! O valor é simbólico pela qualidade do material. Revistas especializadas em fotografia não conseguem passar com essa clareza e sequencia didática sem um apelo de marketing imposto pelos patrocinadores impondo produtos. Henry voce tem o dom da escrita. Muito obrigado!!!

    Leonardo Serpa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leonardo.

      Fico feliz que você tenha gostado do livro. A ideia é justamente esta, falar da maneira mais clara possível para desmistificar a fotografia.
      Não se pode ensinar ninguém a ter talento, mas se pode ensinar as técnicas básicas que ajudarão a melhorar consideravelmente as fotos de qualquer um. Tudo que se necessita é de estudo e muita prática.

      Abraços e obrigado pelo comentário.

      Excluir
  4. Olá Henry
    Estou querendo comprar um câmera compacta point and shoot de até no máximo R$400,00. Entre esses 3 modelos, qual você me recomendaria: Sony W530, Nikon S2500 ou Nikon S3100? Muito obrigado. Gustavo

    ResponderExcluir
  5. Fui em Sierra Nevada e tirei uma foto com um fundo maravilhoso!!

    E uma menina, cutucando o nariz ¬¬
    Que raiva! hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto é fogo, Amanda.

      Às vezes, até dá para recortar depois o elemento alienígena, mas às vezes não tem solução mesmo...

      Abraços.

      Excluir
  6. Oi Henry,

    Bom, eu sou super iniciante, mas tenho uma reflex já há um tempinho e nunca comprei uma lente. Tenho fotografado bem com a lente do kit. Faço até boas fotos. Mas, logicamente, tenho problemas em ambientes com iluminação ruim.
    Gostaria de uma ajuda a respeito de uma lente mais clara. Li o post sobre a lente 50mm, mas ela não tem zoom e, apesar de já ter decidido comprar uma 50mm gostaria que me indicasse uma lente clara, mas com zoom, para retratos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ju.

      Geralmente as lentes de zoom tem aberturas menores pela própria construção da lente. Dificilmente você encontrará lentes mais em conta com grandes aberturas. Tudo tem um preço na vida... :D

      As lentes fixas serão bem mais baratas, como a 50mm ou a 35mm.

      Abraços.

      Excluir