segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Marca d´água nas fotos. Qual é a sua opinião?


Entende-se marca d´água por algum padrão ou imagem incluídos em papéis, como papel-moeda, passaportes e outros documentos oficiais, selos, etc. para evitar a falsificação.
O termo também é usado para indicar uma assinatura ou a inserção de identificação de copyright em imagens, especialmente em fotos digitais, para prevenir a cópia e a pirataria.

Entre os fótografos, tenho visto algumas variações de uso da marca d'água, como as seguintes:

Enorme e no meio da foto


Com esta marca d'água, não há como questionar a autoria da foto, ela está bem no centro da imagem e, na minha opinião, é mais importante até do que a própria foto.
Primeiro você vê a marca d'água, depois tenta ver a imagem.

Múltiplas e por toda a foto


Nesta aqui, temos uma repetição da assinatura por toda a foto, às vezes também em diagonal. Isto preveniria a cópia da foto e também de parte dela, pois as marcas d'água estão por todo o lado.

Assinatura digital


Esta aqui já é um mais discreta, num dos cantos da foto, onde pouco afete a imagem, mais ou menos como as assinaturas que os pintores fazem nas telas.
No entanto, ao contrário das outras marcas d´água cima, esta é mais fácil de ser removida, com um pouquinho de conhecimento de Photoshop.

Moldura


Para mim, esta é a variação mais charmosa e bonita de todas, que dá um certo requinte, mas proporciona quase nada de proteção para foto, pois basta alguém recortar a imagem que a assinatura terá sido apagada.

Usar ou não usar marca d'água?

Eu não uso marcas d'água nas minhas fotos, e a maioria dos grandes fotógrafos que conheço também não utiliza.
Você reconhece de cara uma foto de Richard Avedon, Sebastião Salgado ou Annie Leibovitz pelo estilo próprio dos fotógrafos, pela visão deles, pela qualidade das imagens que eles obtém, e não por causa de uma marca d'água ou uma assinatura na foto.

Apesar de eu estar longe de ser um dos grandes fotógrafos, eu não uso marca d'água porque:

1 - estraga a foto. Veja que coisas horríveis os dois primeiros exemplos! É assim que você quer que as pessoas vejam a sua foto?

2 - se você está tão preocupado em roubarem a sua imagem (o que tem bem poucas chances de ocorrer, convenhamos!), publique apenas uma miniatura dela de uns 200 ou 300 pixels no lado mais longo. Caso o "ladrão" tente ampliá-la, haverá uma perda de resolução considerável, inutilizando a foto;

3 - boa parte do conteúdo disponível através de alguns sites, como o Flicrk, por exemplo, está licenciado sob Creative Commons, que permite a reprodução do material desde que seja sem fins lucrativos, ou seja, você está autorizando (sem saber) que alguém publique a sua foto no site ou blog dele, desde que ele não ganhe nada com isto.

4 - se você não é, ou não pretende se tornar um fotógrafo profissional, qual é a sua preocupação se alguém está utilizando a sua imagem? Talvez você devesse até se envaidecer, ou pedir educadamente para o sujeito incluir um link para o seu blog, portifólio ou site de imagens. Afinal de contas, seria uma divulgação gratuita.

5 - parece que quem tira as piores fotos são os que mais se preocupam com marcas d'água. Cada foto medonha que vejo com marca d'água em cima, o que a torna ainda pior!

É óbvio que existem exceções, que existem ótimos fotógrafos que querem ser reconhecidos pelo trabalho que fazem, que não querem outro lucrando com o resultado de seu esforço, e assim por diante, e por isto usam marca d'água nas fotos.

Mas qual é a sua opinião sobre o assunto? Marca d'água protege ou estraga a foto? Qual seria uma solução para evitar a pirataria?

***

Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. Bom artigo, assunto polêmico, já que autores querem defender-se de uso indevido e às vezes acabam estragando o próprio trabalho.
    Detesto encontrar belas imagens com marca d'água. É tão simples resolver: divulgue a imagem em baixa resolução, como você disse no post, e pronto. Elimina quase todo uso potencialmente prejudicial.

    ResponderExcluir
  2. Acho que se o fotógrafo optar por usar marca d'água, que seja de uma forma que não prejudique a (visualização da) foto. Concordo também que uma boa solução para a questão de uso indevido do trabalho e da arte do profissional seria publicar a foto com tamanho mais leve.
    Parabéns, Henry, pelo trabalho, pelos textos.
    Em tempo, coloquei uma dúvida no seu texto sobre "Qual e a melhor camera fotografica? (Parte 2)", mas não sei se chegou até você.
    Obrigado.
    Pedro Túlio

    ResponderExcluir
  3. Estou começando agora, ainda utilizo a fotografia muito mais como um hobby do que profissionalmente, no entanto uso a marca d'água como forma de divulgação do meu trabalho, apenas pra divulgar o meu nome. Quando entrego o meu trabalho ofereço um cd com fotos em alta qualidade (sem a marca d"água, lógico) caso o cliente queira fazer novas cópias ou ampliações, e outro cd com fotos leves para internet com minha marca d'água ao lado. Já ouvi de vários clientes que a minha marca d'água dá um charme a foto...rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. acho ruim marca d'agua na foto basta botar no arquivo digital da mesma e ja ta bom

    ResponderExcluir
  5. Também acho que a marca d'água polui a foto,mas a assinatura acho que é para marcar a autoria. Gosto de saber de quem é a foto e tenho prazer de ver meu nome nas minhas.

    ResponderExcluir
  6. Todas as minhas fotos tiradas em caráter profissional, quando exibidas em meu site ou em minha fan page no Facebook, têm marca d'água. Isso pelo objetivo primário de divulgar meu nome e tornar meu trabalho conhecido.

    ResponderExcluir