quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Tirando fotos de sua viagem como um profissional

Cala a Boca e Clica! - Curso de Introdução à Fotografia

Aproveitando o lançamento do Curso de Introdução à Fotografia do Cala a Boca e Clica!, vamos lhes dar algumas dicas para tirar fotos de suas viagens como se você fosse um profissional, deixando seus amigos e parentes de queixo caído.

1 - escolhendo a câmera certa para você

Câmera Reflex

Não adianta nada você sair comprando aquela câmera hiper-mega-ultra-superpoderosa, se você não souber como utilizá-la bem, nem esteja disposto a aprender como usá-la.
Também não vá muito atrás dos vendedores de câmeras (a única exceção são os da B&H Photo, em Nova York, que são verdadeiros experts), pois geralmente eles não entendem nada de fotografia nem de câmeras.
Se você é apenas um hobbista, que só fotografa em datas especiais e não quer se dedicar muito à fotografia, uma câmera compacta ou uma compacta avançada já é mais do que o suficiente.
No entanto, se você prefere dar um passo além, compre uma Reflex da Canon ou da Nikon e comece a estudar.

2 - aprenda a mexer em sua câmera

Camera compacta

Assim que você comprar uma câmera nova, experimente bastante antes de sair fotografando sua viagem ou algum evento (isto se você se profissionalizar). Leia o manual da câmera do começo ao fim e descubra quais são as funções dela.
Aprenda a controlar o equilíbrio de branco (White Balance), controle de Exposição (Exposure), ISO e, se ela tiver Modo Manual, onde ficam os controles de velocidade do obturador e abertura de diafragma.

Se eu estiver falando grego para você, está na hora de ler o Curso de Introdução à Fotografia.

3 - selecione os melhores horários do dia

East Village

Meio-dia é o pior horário para se fotografar, pois as sombras ficam fortes demais e as pessoas ficam com "olhos de panda".
O ideal é escolher uma das duas "horas douradas", isto é, o nascer ou o pôr do sol, ou fotografar de manhã e à tardezinha, pois a iluminação é mais bonita e as sombras mais agradáveis.
Dias nublados também são ótimos para fotografar retratos.

Intro 12 - Brooklyn Bridge

Já fotografia noturna é um mundo à parte. A maioria das câmeras compactas tem um péssimo desempenho em situações com pouca iluminação e você terá um monte de fotos borradas se não tiver um tripé.

4 - aprenda a compor uma bela foto

Regra dos Terços

Os princípios de composição podem ser utilizados por qualquer pessoa, esteja ela com uma câmera boa ou com uma porcaria.

A Regra dos Terços poderá melhorar bastante o enquadramento das suas fotos, basicamente, basta dividir o quadro de uma imagem em nove seções (como a foto acima) e posicionar o tema principal, a pessoa, a atração turística, o animal, ou qualquer outra coisa, nas interseções das linhas.
Quase sempre centralizar o tema da foto é sinônimo de uma imagem sem graça.

Lower East Side

Além disto, explore diferentes pontos de vistas e utilize linhas, formas, cores e perspectiva para criar uma hierarquia de interesse numa foto.

5 - tire fotos de tudo

Tony Roma`s de Lima

Incorpore o tipo "dedo nervoso" e tire fotos de tudo. Tire fotos dos prédios, de sua família com os prédios, das pessoas nas ruas, dos animais, das lojas, das comidas, do bilhete de entrada no museu, do mercado, tire fotos de longe e de perto, de cima e de baixo, tire o maior número de fotos possíveis (e sempre carregue um cartão de memória extra!).

Homeless in NY subway

Quanto mais fotos você tirar, melhor você ambientará sua viagem depois e mais fácil será para se lembrar pode onde você passou e o que tanto você viu. E ainda poderá dar belas risadas das cenas estranhas que vivenciou.

6 - descarregue sua câmera diariamente (se possível)

Se você é como a gente, que carrega o notebook para onde vamos, o ideal é sempre passar as fotos para o computador no final de cada dia de sua viagem. Assim, você evita encher o cartão de memória e perder tempo, e às vezes imagens preciosas, tendo de repassá-las todas procurando quais você pode apagar.

7 - só mostre para as pessoas as melhores fotos

Times Square

Controle-se e não cometa o erro de mostrar para seus amigos todas as 1500 fotos que você tirou da sua viagem para a Disney.
Primeiro, porque ninguém tem saco para prestar atenção em todas, depois porque, com certeza, haverá dezenas de fotos iguais ou muito semelhantes. Selecione apenas umas 30, somente as melhores de todas, e mostre aos outros apenas estas fotos.
Quanto melhor você escolher, mais as pessoas ficarão impressionadas com suas fotos.

Lembre-se, tanto os fotógrafos bons quanto os ruins tiram fotos ruins, mas os bons fotógrafos são aqueles que só mostram as fotos boas.

8 - Compre o Curso de Introdução à Fotografia do Cala a Boca e Clica!

Cala a Boca e Clica! - Curso de Introdução à Fotografia

Se você se interessa por fotografia, mas acha que é muito complicado para aprender sozinho e acha caro pagar um curso, compre então o Curso de Introdução à Fotografia do Cala a Boca e Clica!

Ali, você encontrará todas as informações, desde como escolher a melhor câmera fotográfica para você, tods os fundamentos e as principais técnicas para obter fotos melhores, além de vários exercícios práticos.

Suas fotos nunca mais serão as mesmas!

Texto publicado originalmente no site Viagens para Mãos de Vaca


***

Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. ola!henry!estou adorando as dicas postadas aqui,são muito boas e fácil de entender!quero saber se o livro digital ´pe muito grande para imprimir?vou compra-lo. um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karen.

      O livro tem 174 páginas, mas você pode escolher imprimir apenas os exercícios, se for o caso.

      Abraços.

      Excluir
  2. Adorei a ideia do livro! Já pensou em publica-lo em alguma editora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Manú.

      Seria interessante publicá-lo por editora, no entanto, para que tivesse uma qualidade gráfica satisfatória, o preço teria de ser muito mais elevado.

      A minha intenção é que o livro seja acessível para que qualquer um interessado em fotografia possa comprá-lo e estudá-lo.

      Abraços.

      Excluir
  3. Estou viajando e o cartão de memória está quase cheio, só tenho um e não trouxe o notebook... por sorte trouxe um pen-driver, e assim pude descarregar as fotos utilizando o computador do hotel.
    Esse sufoco me fez tomar consciência de sempre viajar com um cartão de memoria extra e um notebook.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto é imprescindível. Eu descarrego a câmera todos os dias para não ficar com o cartão cheio. Acho que nem me lembro qual foi a última vez que fiquei sem memória no cartão.

      Abraços.

      Excluir
  4. Recomenda alguma lente para viagens?

    ResponderExcluir