domingo, 4 de dezembro de 2011

Fotografar em formato .JPEG ou em .RAW?

JPEG vs RAW

Antes de tudo, se você fotografa com câmeras compactas, provavelmente você nem terá a opção de escolher entre diferentes formatos de arquivo para salvar suas imagens, apenas diferentes tamanhos de .JPEG.

A possibilidade de se fotografar em .RAW existe em praticamente todas as câmeras Reflex e em algumas compactas avançadas e é muito importante saber a diferença, as vantagens e desvantagens deste formato.

O que é .JPEG?

A extensão .JPEG é um formato comprimido de imagem que descarta certas informações consideradas desnecessárias durante o processamento da foto na câmera.
É um formato usado por inúmeros fabricantes de câmeras e é muito prático para divulgação de imagens pela internet, pois são arquivos pequenos e com qualidade bastante sastisfatória.

O que é .RAW?

Chamado por muitos fotógrafos de "negativo digital", o formato .RAW é arquivo fotográfico sem compressão e que preserva todas as informações obtidas pelo sensor fotográfico no momento em que a foto foi tirada.
São arquivos grandes e que necessitam de pós-processamento antes se tornarem imagens utilizáveis e compartilháveis.
Cada marca de câmera (e às vezes modelos dentro de mesma marca) possui seu próprio formato .RAW, não compatível com outras marcas.
Permite maior controle sobre a imagem final, porém é mais trabalhoso.

Fotografar em .JPEG ou em .RAW?

Esta é uma discussão que tem se tornado mais frequente entre os fotógrafos, principalmente quando algumas versões anteriores do formato .RAW se tornam inutilizáveis com o passar dos anos.

Pentax em .JPEG
(Fotografia tirada em .JPEG. Foto: http://www.flickr.com/photos/henrybugalho/6454465275/)

As vantagens de se fotografar em .JPEG:
- arquivos pequenos e prontos para usar;
- universalmente utilizado pelos diferentes fabricantes de câmeras;
- exige pouco ou nenhum pós-processamento.

As desvantagens de se fotografar em .JPEG:
- perda de informações no processo de compressão;
- o fotógrafo precisa ajustar a função de controle de branco antes de obter a foto;
- permite poucas correções de exposição no pós-processamento.

Pentax em .RAW
(Fotografia tirada em .RAW. Foto: http://www.flickr.com/photos/henrybugalho/6454480699/)

As vantagens de se fotografar em .RAW:
- a certeza de estar trabalhando com a imagem exatamente como ela foi obtida;
- poder alterar certas características da foto (como controle de branco, saturação, nitidez...) antes de convertê-la para outro formato;
- maior controle de correção de exposição sem perda de qualidade.

As desvantagens de se fotografar em .RAW:
- exige maior trabalho do fotógrafo;
- arquivos grandes e que necessitam de pós-processamento;
- cada marca possui sua própria extensão .RAW, não compatível com outras marcas;
- ocupam espaço maior no cartão de memória;
- necessitam de conversão para outro formato (.JPEG ou .TIFF) para compartilhamento.

Conclusão

A primeira vista, as duas fotos acima, em .JPEG e em .RAW, não são tão diferentes, mas o processo para trabalhar com elas é bastante diferente.
A imagem em .JPEG sai praticamente pronta da câmera. Você pode passar a foto para seu computador e publicá-la na internet sem nenhum drama.

Já a imagem em .RAW precisa ser trabalhada previamente num programa próprio da marca de sua câmera, ou em algum editor de imagens, como o Adobe Lightroom ou Photoshop.

Eu só fotografo em .RAW, fazendo uma triagem no Lightroom de quais são as melhores fotos, fazendo correções de exposição, nitidez, saturação, controle de branco, redução de ruído digital, contraste, tudo antes de converter a imagem para .JPEG.
É muito mais trabalhoso, mas, para mim, o resultado final da foto fica melhor do que com a imagem em .JPEG saindo direto da câmera.

A decisão sobre qual formato utilizar na câmera, .JPEG ou .RAW, dependerá exclusivamente de você e de quão dedicado você está em trabalhar sobre suas fotos.

Resultado final da pós-produção da imagem a partir de arquivo .RAW
Pentax K-1000 em P/B
(Foto: http://www.flickr.com/photos/henrybugalho/6456044201/)




***

Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. Sinceramente, nessas imagens não noto diferenças, será q você poderia disponibilizar as fotos em tamanho maior pra comparação?

    ResponderExcluir
  2. Está certo, Rick, eu me esqueci de postar o link destas fotos. Já vou incluir e você pode conferi-las no Flickr.

    Inclusive, dá para notar algumas sutis diferenças na imagem ampliada.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Parabens pelo blog Henry! Estou lendo bastante ele e já me adiantou bastante coisa sobre fotografia.Esse ultimo post tirou a minha duvida sobre o porque de trabalhar com fotos em .RAW.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  4. Nossa nem se compara, embora só recentemente pude fotografar em Raw, ameiii!! Fiz uma foto esses dias com a luz totalmente estourada, e só pude recuperá-la por ter fotografado em Raw, se fosse em jpge a teria perdido com certeza!!Fora o fato de que muitas vezes o monitor nos ilude, as vezes a foto parece legal, mas no computador não era bem assim...rsrs Obrigada Henry!!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, Jáfer e Cláudia. Depois que você começa a fotografar em .RAW é difícil voltar atrás.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Olá :)
    Estava a pesquisar sobre câmaras e descobri o seu blog por acaso.
    Digo-lhe, desde já, que o seu blog é espantoso (ja dei uma vista de olhos ;D).
    O motivo da minha pesquisa é o seguinte: quero muito uma canon (estilo 550d) mas o orçamento não dá para tal e também acho um pouco exagerado o seu preço uma vez que não sou profissional em fotografia (apenas gosto de fotografar e um simples "click" já me é familiar e dá-me um prazer enorme). Já pensei numa 1100d ... o que acha? Sabe-me dizer alguma canon nesse estilo a um preço mais baixo (mas com boa qualidade... quer dizer, a Canon só tem boa qualidade ehehe)? Será melhor eu optar por uma Nikon (já ouvi dizer que o corpo da Nikon é mais barato que a Canon)?

    Obrigada,
    Teresa

    ResponderExcluir
  7. Oi, Teresa.

    Sinceramente, dentro desta mesma categoria, de Reflex introdutórias, eu nem sei se faz muita diferença escolher uma ou outra. Eu iria pela mais barata, pois mesmo assim será uma ótima câmera.

    Se você se sentir inclinada pela Nikon, vá adiante sem medo. Eu fotografo com Canon, mas as câmeras da Nikon também são ótimas.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Qual me aconselha da marca canon? (uma baratinha e boa)

    ResponderExcluir
  9. Compacta, compacta avançada ou Reflex, Teresa?

    Se for Reflex, dê uma olhada na T3i ou até da XSI.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Teresa:
    Comprei uma Nikon D3100 por um preço muito bom e estou gostando muito dela. Para quem quiser dar uma conferida: www.flick.comq/helviosilva.

    ResponderExcluir
  11. Henry, as dlsr novas vem com sistema para limpar o sensor. Com que frequência é preciso acionar a limpeza? No manual da câmera existe até um modo para fazer a limpeza a cada vez que ela é ligada! É preciso uma frequência tão alta assim? Obrigado, Helvio.

    ResponderExcluir
  12. Nem sei se existe a opção para desativar a limpeza automática, Helvio, mas, se tiver, eu não mexeria nesta função.

    Eu só limpo o sensor (ou ativo a limpeza) se notar que há alguma sujeita na foto que não seja da lente, ou seja, provavelmente é do sensor. Mas, de resto, eu não fico limpando o sensor a torto e a direito (já a lente, é frequente).

    Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Henry, obrigado pela resposta, ela bate com minha opinião de não precisar acionar a limpeza do sensor com frequência! Na minha Nikon D3100 ela PODE ser programada para ser feita cada vez que a câmera é ligada, mas pode ser ativada ou não. No meu caso desativei. Obrigado pelas dicas do blog, são excelentes. Parabéns.

    Helvio

    ResponderExcluir
  14. exelente blog parabens estou comecando agora com fotos mais o pouco que li neste sit nossa tem muito a aprende e aqui ja aprendi bastante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, Luciano, e continue acompanhando os próximos artigos.

      Abraços.

      Excluir