quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Introdução à Fotografia 29 - Conclusão e conselhos aos aprendizes de fotógrafos

Women draining a creek in Kinmen Island, Taiwan

Durante estes últimos meses, apresentamos os princípios básicos da fotografia, técnicas e regras para se obter uma foto melhor e vários exercícios práticos para que qualquer um, seja com uma câmera compacta, seja com uma câmera profissional, possa aprender.

E a prática leva à perfeição, quanto mais você estudar e fotografar, mais confiante você se tornará e melhor serão as suas fotos. É preciso paciência e muita dedicação.

Aqui está o básico, o alicerce para qualquer pessoa interessada em fotografia. Sem este conhecimento básico, você terá muitas dificuldades para avançar neste campo, pois até se pode acertar algumas vezes através da intuição, mas a arte da fotografia está aí há mais de um século e muitas destas técnicas se consagraram desde então.

Chinatown

Isto não quer dizer que você terá de fazer sempre igual a todo o mundo. Recomendamos que você explore as possibilidades, ouse, cometa erros e tente descobrir sua própria linguagem, pois o mais fascinante da fotografia é que, se você entregar a câmera na mãos de 50 pessoas diferentes, você terá 50 fotos diferentes. Cada um vê e interpreta o mundo a seu modo, e também é atraído por diferentes aspectos da realidade, que podem vir a ser retratados através de sua câmera.

Por isto, seja sempre fiel ao seu instinto, ao que você gosta, ao que o atrai. Se você pretende tornar-se um fotógrafo de casamento, estude as técnicas, vá a workshops, aprenda com os melhores e crie um portifólio, e o mesmo vale para qualquer área. No entanto, não se corrompa, não aceite qualquer trabalho apenas por causa do dinheiro. Se você deseja seguir determinado rumo, determinada área da fotografia, invista seu tempo em criar um círculo de relações e aprender sobre o meio. A fotografia deve transparecer sua paixão por aquilo!

Prosseguiremos com outros artigos e outras lições mais avançadas, mas o curso de Introdução à Fotografia deve ser lido do começo ao fim e posto em prática.

O que se segue é uma coleção de pequenos conselhos para o fotógrafo amador ou para quem deseja se tornar um fotógrafo profissional um dia.

1 - leia o manual da sua câmera!
Assim que você comprar a sua câmera, leia o manual do começo ao fim e teste todas as funções da câmera. Você tem de conhecer bem seu equipamento antes de sair tirando fotos por aí, especialmente se você estiver sendo pago por isto.
Isto também vale para os manuais de flashes externos ou de acessórios complicados.

2 - a alça da câmera não é enfeite
Quando estiver usando a sua câmera, ponha a alça ao redor do pescoço. Esta é a sua maior segurança que a câmera não vai cair e se estatelar no chão.

3 - ponha o filtro UV na lente
O filtro UV é usado principalmente para proteger o elemento frontal da lente contra riscos ou sujeira. Use o filtro o tempo todo.

4 - carregar bateria e cartão de memória extra não pesa
Não existe nada pior do que ficar sem bateria no meio de um ensaio fotográfico, ou durante uma viagem. O mesmo vale para o cartão de memória, senão depois você tem de ficar apagando as fotos ruins e pode acabar se livrando de fotos boas sem perceber.

Caminito, Buenos Aires

5 - leve sua câmera consigo o tempo todo
Você nunca sabe quando se deparará com a oportunidade de tirar uma foto interessante. Se você acha ruim carregar sua Reflex o dia inteiro, seja pelo peso, seja por segurança, carregue uma compacta ou um telefone celular com boa câmera.

6 - sempre descarregue sua câmera no fim do dia
Isto evita que você encha um cartão de memória e, quando for utilizar sua câmera, ainda tenha no cartão fotos do dia, da semana ou do mês anterior.

7 - faça backups periódicos de seus arquivos
Não precisa ser histérico e fazer cópias diárias dos arquivos, mas é importante ter uma HD extra para fazer backups ocasionais, particularmente se você fotografa profissionalmente.

Chinatown

8 - tire muitas fotos
Nunca é o bastante. Quanto mais fotos você tirar, maior será o número de fotos boas para você fazer uma triagem depois. Não confie demais no seu talento, pois, às vezes, aquela foto que parece maravilhosa no visor da câmera pode estar um pouco fora de foco ou tremida. Afinal de contas, estamos na era digital e você não precisa ter pena de fotografar.

9 - não entre na paranóia tecnológica do último modelo
As marcas de câmeras lançam vários modelos todos os anos, assim, você nunca estará totalmente atualizado. Uma câmera dura tranquilamente quatro anos ou mais, ou seja, não existe necessidade de ficar trocando de câmera todos os anos. Compre lentes boas e troque o corpo da câmera só quando for necessário.

10 - tamanho nem sempre é documento
Comumente, as câmeras maiores são mais caras e se pode tirar fotos melhores com elas, mas é preciso saber usá-las. Não adianta você ter um trambolho se não estiver disposto a dedicar um tempo para aprender fotografia.
Além disto, existem câmeras para diferentes tipos de fotografia e para diferentes situações, nem sempre uma câmera servirá para todas as circunstâncias.

Intro 12 - Brooklyn Bridge

11 - se for fotografar à noite, um tripé é essencial
Como você necessitará de uma velocidade de obturador lenta, é fundamental ter um tripé para apoiar a câmera, se não quiser que sua foto fique borrada.

12 - escolha os melhores horários do dia para retratos
Se for fotografar uma pessoa, prefira o começo da manhã ou o fim do dia para isto, pois são os melhores horários para a iluminação. Dias nublados também são ótimos para retratos.

13 - passe mais tempo com a câmera na mão do que no computador
O Photoshop pode ser milagroso na hora de se fazer retoques em fotos, mas um fotógrafo prefere passar mais tempo tirando fotos do que arrumando-as. Faça pós-processamento apenas nas melhores fotos do dia.

Parque das Aguas Magicas, Lima, Peru

14 - seja impiedoso. Mostre aos outros somente o melhor do melhor
Eu sei que você ficará tentado a mostrar todas as 300 fotos que você tirou durante sua viagem, mas controle-se. Mostre aos demais apenas as melhores fotos e todos invejarão seu talento fotográfico.

15 - jamais pare de estudar
Você nunca saberá tudo, por isto, jamais convença-se que é bom e que não precisa aprender mais nada. Humildade é a chave para evoluir sempre.

16 - cala a boca e clica!
Pare de ficar falando de megapixels, zoom, câmeras, lentes, marcas, modelos... Simplesmente pegue a sua câmera e vá tirar umas fotos por aí! Fotografar é uma diversão, fará com que você veja o mundo de maneira diferente e preste atenção ao que jamais imaginou.
Cale a boa e clique!

Obrigado pela leitura e continue acompanhando os próximos artigos.

http://www.flickr.com/groups/calabocaeclica/



***

Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. Henry,

    Em primeiro lugar quero te agradecer imensamente porque, graças às suas dicas e às suas fotos (que sempre acompanhei desde os tempos de comunidade do orkut e no blog mãos de vaca), finalmente tomei coragem e entrei para o mundo das Reflex. Comprei em março/2011 uma Canon T2i com lentes 18-55 e 18-200. Neste mês fiz uma viagem a NY e adquiri uma 50mm f/1.4, uma 75-300mm, bateria e cartão de memória extras, filtros UV e polarizador e bolsa.

    Em segundo lugar, porque devo ao seu curso e à sua didática praticamente tudo o que sei de fotografia (aprendi muito no dicasdefotografia.com também). Li e reli dezenas de vezes cada post seu e saí do status de "completo ignorante em fotografia". Hoje várias pessoas já me perguntam sobre fotografia, equipamento, enquadramento e técnicas. Pelo menos na teoria já estou sabendo bastante do básico.

    Na prática, infelizmente, minhas fotos não correspondem à teoria. Aproveito 5% das minhas fotos, e olhe lá! Fiquei feliz e aliviado com seu post anterior, onde você explica o "segredo" dos fotógrafos de só revelarem as melhores fotos. Usarei essa técnica também, rsrs.

    Estou praticando e pretendo praticar ainda mais. No final do mês começo um curso de fotografia pelo SENAC. Não tenho interesse profissional, mas gosto muito de fotografar, principalmente em minhas viagens.

    Parabéns pelos blogs (o mão de vaca é fantástico), pelas dicas, pela forma de compartilhar seu conhecimento. Você ajuda milhares de pessoas. Espero um dia poder retribuir, de alguma forma. Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo incentivo, Márcio. Eu fico muito feliz pela comunidade que construímos em torno do maosdevaca.com, de pessoas que compreendem o espírito da coisa e que realmente conseguem aproveitar mais a viagem a NY.
    Quem sabe não possamos criar algo parecido com o calabocaeclica.

    Como você já deve ter percebido, a fotografia é um vício e sempre queremos mais. Com o equipamento que você tem já dá para causar um belo estrago por aí e, com certeza, você ficará tentado a comprar um flash externo quando começarmos a falar de iluminação artificial, que é um mundo à parte.
    A lente 50mm f/1.4 é uma das minhas favoritas, aliás, qualquer das 50mm da canon são excelentes, com uma qualidade ótica impressionante.

    Quando você começa a fotografar com uma Reflex, depois de muito tempo fotografando com compacta, realmente ocorrer uma queda na qualidade das fotos. Aconteceu comigo também e foi por isto que comecei a estudar fotografia, para entender o que estava ocorrendo. Mas depois que você se acostuma e aprende a utilizá-la (no Modo Manual, principalmente), você nunca mais vai querer retornar para uma compacta.

    Mas é como eu disse, o negócio é continuar praticando, errando muito e mostrando apenas os acertos!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Henry, fiquei feliz com a quantidade de posts recentes e ao mesmo tempo assustada, me perguntei...será que vai acabar???rsrs Felicidade a nossa, saber que estava apenas começando!!Obrigada vc é um excelente professor!! ;)

    ResponderExcluir
  4. Olá, Alfred!!! Tenho aprendido muito com seus post, nunca ví algo tão bem explicado à respeito de fotografia. Tem uma didática excelente.Porque você não transforma esses tópicos de fotografia em vídeo-aulas fazendo algo mais prático saindo a campo e filmando , explicando e demonstrando diversos tipos de fotografia, ensinando a fazê-las na prática. Bom fica a dica, vou continuar seguir seu blog,pois adoro cada publicação sua.Abços

    ResponderExcluir
  5. Acredito que nas próximas semanas falaremos de temas avulsos, Claudia, até eu pensar na estrutura para um próximo curso.

    Anônimo, você não é o primeiro a propor vídeo-aulas. Ainda vou considerar a possibilidade, pois é muito mais exigente fazer um vídeo do que escrever um artigo, toma muito mais tempo e não sei se o público seria tão grande. Veremos...

    ResponderExcluir
  6. Também quero parabenizá-lo pelo site até aqui e pedir que continue postando aulas avulsas...na expectativa de aprender um pouco mais sobre iluminação artificial, como vc citou acima!! abs

    ResponderExcluir
  7. Ancioso demais pelas próxunas aulas. Ficarei no aguardo e a sede de aprender já tomou conta de mim...

    Quer saber, fui fotografar, abraços e
    muito obrigado pelo maravilhoso curso!

    ResponderExcluir
  8. A-DO-REI conhecer esse blog. Vou devorá-lo! Sou apaixonada por fotografia e quero muito aprender mais.

    Bjo

    ResponderExcluir
  9. Obrigado, Mari, Joe e Ana. Vamos prosseguir com as lições pouco a pouco. Acho que só poderei falar mais de iluminação artifial pra valer ano que vem, pois aqui em casa tem pouco espaço para montar um set legal pra isto.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Oieee
    Eu to com um problema e dai eu pensei que talvez vc poderia me ajudar!
    Eu tenho uma canon T3i, baixei o photoshop CS5 e mais camera plug-in 6.4. Contudo, quando vou abrir minhas fotos em formato RAW dá uma erro .... (que o programa tb nao me diz qual erro é)...
    A imagem abre, mas com um simbolo de erro em cima.
    Por acaso vc saberia o que é isso? Vc teria alguma dica do que eu deveria fazer?
    Muitooo obrigada

    ResponderExcluir
  11. Olha, é muito difícil eu saber o que está acontecendo somente pela descrição do problema. Pode ser tanta coisa...

    Mesmo assim, com a câmera vem um programa de conversão de RAW. Faça a conversão pelo programa da Canon e depois trabalhe com a foto no Photoshop.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Cara, você mandou muito bem com esse blog! Parabéns e obrigado por compartilhar conosco seu conhecimento de forma tão brilhante!

    ResponderExcluir
  13. Esse foi o primeiro post que li e com certeza vou relê-lo, parabéns pela clareza e sinceridade de como trata o assunto. Abraçox Tesserolli.

    ResponderExcluir