segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Introdução à Fotografia 25 - Composição: Profundidade de Campo e Bokeh

Stella

A fotografia se assenta sobre alguns dos mesmos princípios das demais formas de Arte e, além dos princípios técnicos sobre os quais já falamos - ISOvelocidade do obturadorabertura de diafragmadistância focal -, um dos maiores segredos de uma boa foto é como os elementos de um quadro estão dispostos, o que chamamos de composição.

Existem várias técnicas de composição, e mais de uma pode estar presente numa foto.

Profundidade de Campo

Astor Place Station

Como já dissemos, a variação na profundidade de campo, isto é, na quantidade de elementos de uma imagem que estão em foco, depende de quatro fatores: abertura de diafragma, distância focal da lente e a proximidade entre a câmera e o objeto, e entre o objeto e o segundo plano.

Além de ser um aspecto técnico da fotografia, é também uma técnica de composição, pois a utilização de um foco raso (com poucos elementos nítidos) ou de um foco profundo (com muitos elementos nítidos) pode alterar muito a percepção de uma imagem.

Foco profundo

Chinese New Year in New York

Quando você for fotografar paisagens, ou desejar mostrar nitidamente tanto o primeiro quanto o segundo plano, você optará por um foco profundo, e isto implica em:
1 - uma abertura de diafragma pequena (f/11, por exemplo),
2 - uma lente grande-angular,
3 - uma distância grande entre a câmera e o primeiro plano
e/ou
4 - uma distância pequena entre o primeiro e o segundo plano.

Verão no parque

A escolha por um foco profundo é importante quando você estiver fotografando um cenário com várias pessoas em diferentes planos e você queira que todas elas estejam em foco, como na imagem acima, das pessoas tomando sol no parque.

Foco raso

Metropolitan Museum

No entanto, se você quiser isolar um elemento, ou parte de um elemento, deixando nítido, mas todo o resto desfocado, você optará por um foco raso. Para tanto, você terá de cumprir as seguintes exigências:
1 - uma abertura de diafragma grande (f/1.8, por exemplo),
2 - uma lente telefoto,
3 - uma distância pequena entre a câmera e o primeiro plano,
e/ou
4 - uma distância grande entre o primeiro e o segundo plano.

Metropolitan Museum

A possibilidade de se utilizar lentes com grandes aberturas talvez seja um dos maiores diferenciais para se comprar uma câmera Reflex, pois geralmente as lentes de câmeras compactas não possuem aberturas grandes e não permitem a criação de imagens com pouca profundidade de campo.

Este tipo de foco raso é particularmente eficaz, pois permite ao fotógrafo isolar apenas o que ele deseja mostrar com nitidez, como na foto acima do baixo-relevo egípcio, onde apenas parte da imagem está em foco.

Bokeh

Model Portrait
(1/500 f/5 ISO 200. Foto por Denise Nappi: http://www.flickr.com/photos/henrybugalho/5673142760/)

Bokeh é um termo utilizado para designar o desfocado fora da área da profundidade de campo, como o segundo plano do retrato acima.
Este tipo de desfocado é muito utilizado em retratos, pois destaca o sujeito e cria uma sensação de tridimensionalidade.

maosdevaca1
(1/250 f/1.8 ISO 400. Foto por Gabriel Simão: http://www.flickr.com/photos/henrybugalho/6209034839/)

A qualidade do bokeh dependerá muito também da qualidade da lente e da distância focal. Telefotos costumam criar desfocados muito mais agradáveis de que lentes mais curtas, mesmo com aberturas de diafragma pequenas.

Você até pode fazer o desfocado posteriormente, no Photoshop ou em algum outro editor de imagens, mas é muito mais simples e mais bonito conseguir um bokeh na hora em que se tira a foto.

Exercícios práticos

1 - tire fotos com diferentes profundidades de campo de paisagens, pessoas e objetos:
a - com aberturas de diafragma grande (f/3.5 ou maiores)
b - com aberturas de diafragma pequenas (f/8 ou menores)

É possível perceber a variação de áreas nítidas e desfocadas nestas fotos?

2 - tire fotos de um único objeto ou pessoa:
a - tentando desfocar o segundo plano;
b - tentando deixar o segundo plano nítido.

Conseguiu ou está tendo dificuldades?

E não deixe de compartilhar conosco suas dúvidas, conclusões e comentários.

http://www.flickr.com/groups/calabocaeclica/



***

Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. Olá henry,

    Tenho uma dúvida em relação a abertura em retratos com uma normal 50mm 1.8f. Para um efeito bokeh em que o roto fique com nitidez perfeita e o fundo desfocado devo usar qual abertura geralmente. Costumo usar 2.8 mas os cabelos não costumam ficar com muito boa nitidez(defino foco por um dos olhos). Reparei que na sua foto de exempli você usou f5 no entanto isso muda de acordo com o tipo de lente correto? Telefoto, normal, etc...

    Pedro Garcia

    ResponderExcluir
  2. Outra dúvida! =D

    Como foi possivel todas as pessoas da foto http://www.flickr.com/photos/henrybugalho/6209034839/ ficarem nitidas mesmo com uma abertura de f1.8? Por causa da camera ser uma 1D? Alguma caracteristicar especial da lente?

    Obrigado mais uma vez!

    Pedro Garcia

    ResponderExcluir
  3. Isto vai depender da distância, Pedro.

    Se você estiver muito perto do sujeito fotografado, a sua profundidade de campo será menor, por exemplo, se você fotografar uma pessoa a 30 cm de distância (se sua lente permitir) em f/1.8, apenas uma parte do rosto ficará em foco, digamos os olhos, talvez o nariz e as orelhas fiquem um pouco desfocados, enquanto o segundo plano ficará totalmente desfocado.

    Se você vir a foto abaixo, eu estou bem perto do cachorro, por isto apenas uma parte dele está em foco.

    http://www.flickr.com/photos/henrybugalho/4078574807/

    Já a foto do grupo, estamos distantes uns 6 ou 7 metros do fotógrafo, então, mesmo com uma abertura grande, nós ficamos em foco, mas no segundo plano temos um bokeh.

    Já com telefotos é muito mais fácil conseguir que uma pessoa retratada fique totalmente em foco, pois geralmente você não ficará tão perto do retratado assim, especialmente com lentes mais longas.

    Mas este é o perigo de aberturas muito grandes, se você não souber controlar, partes importantes acabam ficando desfocadas.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Henry,sou fã do seu blog, acompanho sempre!! Parabéns por tuas exlicações sempre tão claras!! Minha dúvida...adoro o bokeh de "bolinhas"rsrs como fazer para consegui-lo?? É necessário foco manual??

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cláudia.

    Neste caso sim. Se você quiser que tudo fique desfocado e as luzes façam um bokeh, terá de ser em foco manual mesmo, pois muitas câmeras não tiram a foto se não conseguirem focar em nada.

    ResponderExcluir
  6. Obrigada Henry, bom se der...rsrs poderia nos explicar isso na prática qualquer hora né!?? De qualquer forma, obrigada pela atenção!! ;)

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelas explicações. Minha duvida é a seguinte. É possível controlar a profundidade de campo em camara sem controle manual, usando apenas ISO baixa?

    Grato

    Mauri

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mauri.

    O ISO não possui nenhuma relação com profundidade de campo, ou seja, ter controle do ISO não lhe dará nenhum controle sobre a profundidade de campo.

    Para isto, você teria de ter controle sobre abertura de diafragma.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, não via a hora de chegar nesse post, tava um pouco ansioso até, Bokeh é o meu efeito preferido na hora de tirar fotos *---*

    Tenho uma dúvida sobre todas as composições mas vou terminar de ler elas depois eu pergunto, vai que minha dúvida se responde mais pra frente.. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Abraços Henry, muito bom se blog. ^^

    ResponderExcluir