sábado, 3 de setembro de 2011

Introdução à Fotografia 21 - Composição: Regra dos Ímpares

Shadows over Santos

A fotografia se assenta sobre alguns dos mesmos princípios das demais formas de Arte e, além dos princípios técnicos sobre os quais já falamos - ISO, velocidade do obturador, abertura de diafragma, distância focal -, um dos maiores segredos de uma boa foto é como os elementos de um quadro estão dispostos, o que chamamos de composição.

Existem várias técnicas de composição, e mais de uma pode estar presente numa foto.

Regra dos Ímpares

Statues in Museo de Catalunya

Esta técnica fotográfica pode soar muito estranha para a maioria das pessoas, pois defende que o nosso cérebro se interessa mais por imagens com um número ímpar de elementos do que por com número par.
Isto é, se você for tirar uma foto onde haja mais de 1 elemento, o melhor seria que houvesse 3, 5, 7 ou assim por diante, pois criaria uma imagem mais atraente.

Workers

A lógica por detrás desta técnica é que nossa mente agrupa facilmente objetos pares, criando uma simetria, enquanto que números ímpares causam tensão. 3 elementos numa imagem podem facilmente criar uma linha ou um triâgulo, tornando uma foto atraente.

É óbvio que, no caso desta técnica específica, não precisamos ser radicais e fotografarmos apenas imagens com um número ímpar de elementos. Ou como faríamos para fotografar um casal, por exemplo?

Ela também não vale muito para fotos com muitos objetos ou pessoas, pois, depois de uma certa quantidade de elementos, nosso cérebro deixar de contar e só entende que existe um montão de coisas na foto, não se importando se é par ou ímpar.

Para utilizarmos a Regra dos Ímpares, o que eu sugiro é que você fotografe sem pensar muito nela, apenas retratando as cenas, paisagens ou retratos que lhe interessam e, posteriormente, verificar quais são as imagens mais interessantes e perceber se elas possuem um número par ou ímpar de elementos.
Talvez você constate que a regra realmente funciona para vários casos, ou, se você quiser adequar uma foto à Regra dos Ímpares, você pode recortá-la no pós-processamento.

No entanto, se você tiver a possibilidade de preparar a composição da foto, como um jarro de flores, por exemplo, você poderá organizá-la para se adequar a esta técnica.

Exercícios práticos

1 - tire fotos com elementos pares e ímpares e depois analise quais delas lhe parecem ser mais interessantes;

2 - dê uma olhada em fotos que você já tenha tirado anteriormente e das quais goste muito. Você consegue identificar a Regra dos Ímpares nelas?

E compartilhe conosco o resultado de seus experimentos, suas dúvidas ou comentários.

http://www.flickr.com/groups/calabocaeclica/



***

Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. Muito bom! Procurei em meus arquivos e encontrei esta imagem: http://www.flickr.com/photos/dualys/6109734659/in/photostream
    Segue o mesmo principio quando a composição na foto esta alinhada? (no caso os passaros)

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. É bem isto, Dualys, você pode ver que os bicos dos três pássaros (que são os pontos de maior destaque na foto) formam um triâgulo.

    É exatamente esta a lógica da Regra dos Ímpares. :D

    Obrigado por sua contribuição.

    ResponderExcluir
  3. É verdade, os bicos formam um triangulo! Muito interessante!
    Obrigado! :)

    ResponderExcluir