terça-feira, 12 de abril de 2011

Mas o que é fotografia?

Leica M9 with 50mm Summicron Chrome

Para quem pega uma câmera digital e aperta o botão, todo o processo da fotografia deve parecer muito misterioso.
Precisaríamos retornar aos primórdios da fotografia para compreendermos a simplicidade e engenhosidade deste processo que nos permite congelarmos o tempo e preservá-lo numa foto.

Os três princípios básicos da fotografia são: tempo de exposição, quantidade de luz e uma superfície fotossensível.

Complicou demais?

Então vamos por partes...

Uma câmera fotográfica nada mais é do que uma caixa escura, com um orifício para entrar a luz e com uma superfície sensível à luz (fotossensível!), como um sensor digital ou filme fotográfico.


Se você frequentou - e prestou atenção - às aulas de Física, sabe muito bem que a luz viaja em linha reta, ou seja, a luz atravessa o orifício da câmera (ou a lente) e projeta-se sobre a superfície fotossensível, formando uma imagem invertida do que estamos fotografando.

Isto é a fotografia, a luz impressa sobre uma película.

No entanto, entenderemos mais como este processo funciona ao analisarmos, isoladamente, cada um destes três princípios: velocidade do obturador, abertura de diafragma e ISO (ou ASA).

Velocidade do obturador (shutter speed)

Sincronización
(Dial com velocidades de obturador de uma câmera de filme. Foto: http://www.flickr.com/photos/freakyman/281409654/)

Este nome assustador refere-se ao tempo de exposição de uma fotografia.
Pensemos em nossa câmera: todas as vezes que pressionamos o botão para tirar uma foto, é como se um cortina se abrisse e permitisse que a luz entre na câmera.
Geralmente, este mecanismo é muito rápido, frações de segundo ou até milésimos de segundo, mas, às vezes, pode demorar segundos ou até horas.
Obturador é o nome que se dá à esta cortina da câmera.

Father of the Eye - HDR

Se pensarmos na visão humana, o obturador seria a pálpebra, quando estamos de olhos fechados, está tudo escuro, mas quando o abrimos, a luz pode entrar e vemos todas as cores e movimentos do mundo. O instante da fotografia é um piscar de olhos, um abrir e fechar de pálpebras.

Quando você optará por uma velocidade rápida ou lenta do obturador?

Se você quiser congelar um movimento rápido, como de um jogo de futebol, você terá de fotografar com uma velocidade rápida, pois, se o obturador ficar por muito tempo aberto, a foto ficará borrada.

Se você quiser dar a sensação de movimento, como de um carro passando e deixando um rastro atrás de si, você terá de fotografar numa velocidade mais lenta.

Agora, se você quiser fotografar um cidade à noite, mostrando a claridade dos edifícios e das ruas, poderá fotografar com uma velocidade bem mais lenta ainda.

Abertura de Diafragma (Aperture)

Camera lens and aperture
(É possível observar, dentro da lente, as lâminas do diafragma que controlam a abertura. Foto: http://www.flickr.com/photos/nayukim/3969530649/)

A Abertura de Diafragma refere-se à quantidade de luz que entra na câmera pela lente.

Se a abertura de diafragma é pequena, menos luz entra na câmera, se a abertura é grande, mais luz entra. Isto pode parece óbvio, mas afetará muito no resultado de sua foto, como entraremos em detalhes posteriormente.

Por exemplo, se você está num ambiente muito claro, como num dia ensolarado numa praia, você controlará a quantidade de luz na câmera ao reduzir a abertura da sua lente. Se você estiver num ambiente escuro, você poderá capturar mais luminosidade com uma abertura maior.

A abertura maior ou menos também afetará a profundidade de campo da fotografia, como naqueles casos em que a pessoa está em foto e o fundo borrado, mas falaremos sobre isto mais tarde.


ISO (ou ASA) - superfície fotossensível

HOW TO TAKE OUT THE FILM 04

ISO, ou ASA no Brasil, são apenas siglas para representarem maior ou menor sensibilidade da superfície que captura a luz.
Na era de filme, você poderia comprar filmes com diferentes sensibilidades, de acordo com o uso necessário.
Por exemplo, se você fosse fotografar de dia, compraria um filme com ISO menor, ou seja, menos sensível à luz; se você fosse fotografar à noite, compraria um filme com ISO maior, isto é, mais sensível à luz.

Sensor Used In The New Sigma DP1
(Sensor de uma câmera digital. Foto: http://www.flickr.com/photos/infomatique/420053029/)

As câmeras digitais simplesmente reproduziram estes códigos de sensibilidade e são utilizados da mesma maneira.
Em termos práticos, fotografia tiradas com ISO mais baixo tendem a ser mais nítidas, já as com ISO mais alto tendem a ter grânulos maiores no filme (ou ruído, os pontinhos vermelhos, nas câmeras digitais).

Tudo junto

Gamma Ray Gun

Este três princípios estarão sempre interligados numa fotografia e esta interação pode parecer meio abstrata, à princípio.
O uso deles dependerá totalmente da intenção por detrás de uma fotografia: você quer congelar o movimento? Quer uma foto mais clara, ou uma foto mais escura? Quer uma foto borrada? Quer fotografar à noite, ou de dia? Quer que o primeiro plano seja tão nítido quanto o fundo?

Muitas vezes, alterar uma destas configurações - do obturador, da abertura, ou do ISO - afetará as outras duas e você terá de reconfigurar os três elementos.

Numa câmera compacta, todas as configurações são decididas automaticamente pela câmera, no entanto, nem sempre a câmera perfaz as melhores decisões. Já nas câmeras profissionais, você tem controle total destas funções e pode decidir exatamente como você quer a sua foto.

Estes são alguns dos aspectos técnicos que devem ser dominados por quem deseja aprender seriamente fotografia, e nas próximas lições veremos alguns exemplos e sugestões de prática.



***

Gostou deste artigo?


A melhor referência para quem deseja aprender a tirar fotos melhores.

  1. Ola, bom dia!

    Achei sensacional os textos. Estou começando agora com o hobby de fotografia e estou procurando várias fontes de informação antes de me matricular em um curso.

    Acabei de adquirir uma Canon t2i e ainda estou me familiarizando com a máquina. Ja terminei de ler o manual e agora estou fazendo vários testes. Logo coloco os resultados dos exercícios que o blog propõem.

    A minha dúvida é quanto a Copyright. Como funciona? Ou hoje em dia é na base das marcas d'água?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda pretendo escrever um artigo sobre quais são as nossas opções em se tratando de proteção das fotos, mas as marcas d'água são, sem dúvida, uma opção.

    ResponderExcluir
  3. sou louca por fotografia
    nas minhas viagens não deixo de dar muitos clic's
    é mágico...

    ResponderExcluir
  4. Henry suas explicações estão bem acessíveis, o que é muito difícil em termos de fotografia, alguns conceitos que antes eram tão nebulosos para mim a cada post ficam mais claros.

    Deixo a sugestão de um tópico: Como escolher sua máquina. Existem inúmeras opções no mercado, quais as suas dicas para escolher uma boa máquina sem ter que gastar muito?

    ResponderExcluir
  5. Oi, Rick.

    Obrigado pela visita. Já escrevi 3 artigos sobre como selecionar a melhor câmera para suas necessidades. Não gosto de indicar modelos, pois vários são lançados todos os anos. O melhor é saber as diferenças de cada nível de câmera e permitir que você mesmo faça suas escolhas.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Desculpa Henry, é que como me oriento pela série de Introdução a Fotografia, acabei deixando passar esses post.

    Obrigado

    ResponderExcluir
  7. Olá, Henry... Esse blog foi um achado! Tô tentando entender um pouco além do automático da camera digital e simplesmente me encantei com as explicações e com os exercícios q vcs propõem! Até então estava me sentindo um zero à esquerda pq não conseguia entender direito... Comprei uma compacta q me permite ajustes manuais só pra "brincar" um pouco... Quero seguir lição por lição e acho q vou conseguir, ao menos, entender o q é cada um desses termos técnicos e como usá-los mais ou menos...
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Fati.

    Obrigado pela visita, espero que esteja obtendo boas fotos graças aos exercícios.
    Fotografar bem não é tão difícil quanto se pensa, mas também não tão fácil quanto parece... :D

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Ola...
    adoro o site de vocês.

    Tenho uma Pentax KX e ainda sou iniciante na arte da fotografia.

    Gostaria de mais dicas para fotos em macro.
    Tenho um conjunto de lentes close-up (+1 +2 +4 +10) e gostaria de dicas de melhores formas de usar, efeitos interessantes, etc.

    Obrigada
    e parabens!!!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mariana.

    Para ser sincero, nunca me interesse muito por fotografia macro, apesar de admirar os resultados.

    Vou pesquisar mais sobre isto e escrevo um artigo para cá em breve, OK?

    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Oii! Amei esse Blog...show de bola! amo fotografar mas tenho muuuito que aprender! Há poucos dias fiz um curso maravilhoso com o André Nery, aqui em Porto, e a partir daí passei a ver a fotografia com "outros olhos"... até o manual da minha máquina(uma samsung NX10)estou lendo hehe. e pesquisando na internet encontrei teu Blog e achei maravilhoso!
    Parabéns e obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Sou eu quem agradece pela visita, Maurize, e espero que os artigos possam ajudá-la a tirar fotos melhores.

    Abraços.

    ResponderExcluir